quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Foi quando a grama do lado de lá
me parecia pálida demais,
quando o ar do lado dali
já não te bastava pra respirar,
que procuramos por mais.
E encontramos aqui.
Agora diz pra mim:
alguma coisa do lado daqui
vai trazer a isso tudo
um fim?



4 comentários:

Niel disse...

Sabe, quanto mais leio seus poemas, mais percebo que sua poesia se parece mais com a do Paulo Leminski. Gosto quando você brinca com as palavras. Seus poemas estão excelentes.

Rafa Cullen disse...

O jogo de palavras me fascina. Parece que elas seguem um tipo de dança que nunca vi antes.
:*

Má Midlej disse...

A gente às vezes acha que ''pooxa, o fulano tem me incomodado tanto..'' e esquece de pensar ''será que eu também incomodo?" hahahaha brilhante, adorei, adorei :D

Gabriela Castro disse...

Que linda poesia =)
beijos