sexta-feira, 24 de julho de 2009

Vai fluindo...


Fluir.

Amolecer.

Deixar tocar lá no fundo.

Onde os prazeres não tem solução.

Onde os sonhos são a mais pura realidade.

Fluir.

Endurecer.

Permanecer fechado em uma cápsula.

Onde as paredes tem vida.

Onde as grades não podem ser quebradas.

Fluir.

Enrijecer.

Simplesmente parar, de modo que nem a mais forte tempestade te tiraria do lugar.

Criar um estado de transe em si mesma.

Fluir,

Tranfigurar.

Mudar de aparência de acordo com o humor.

Escurecer, clarear, tornar-se verde, azul... enfim, de todas as cores.

E seguir fluindo.

FLUIR.

FLUIR.



E não ter fim..



Apenas fluir.

mariana andrade*

Um comentário:

collectors of emotions disse...

AAAA QUE LINDO, ADOREII *-*