domingo, 14 de agosto de 2011

(des)pedaços.



a gente se perdeu nessa junção de erros grandes e pequenos correndo pra um só ponto. a colisão foi muito grande, a queda maior ainda. a gente escorreu por dias, e ainda vai escorrer por semanas, meses, quem sabe anos. ai de quem achar que é exagero. ai de quem achar que é exagero. ninguém sabe ao certo o quanto a gente deixa guardado no outro. mas é muito. sempre é. a gente se perdeu porque as coisas são bem mais difíceis do que parecem, e porque quando um dos lados se descontrola, o outro acaba sendo afetado. a gente se perdeu porque desde o começo desse novo ano, dessa nova vida, de tudo o que a gente não queria, as coisas começaram a ficar erradas. a gente se perdeu porque eu me perdi primeiro. chega de hipocrisia, chega. tenho vontade de arrancar os meus cabelos mesmo. ai de quem ache exagero. ai de quem ache exagero. a gente se perdeu porque o melhor não foi suficiente. a gente perdeu porque você merece tudo. e eu to longe de ser isso. 

(...)

- queria te fazer feliz..
- deixa estar..
- quero você inteiro. quero que você me queira inteira.
- deixa o tempo passar.
- espera ele passar junto comigo. deixa eu ter um pouco até poder ter tudo.
- preciso de um pouco de solidão.
- não vou te deixar sozinho nunca. quero estar presente.

(...)

- por que você não tá mais respondendo?

(...)

- você vai embora?
- sim.
- pra sempre?

(...)

.
.
.


3 comentários:

Dany disse...

A dor doi e arregaça o peito. Faz o coracão em pedaços e este lacrimeja. Semeia o campo, a alma. É do estar triste que se brota o belo das palavras. Pelo menos algo do qual se tira proveito.

Stella Rodrigues disse...

Teu blog escuro faz minhas vistas ficarem ruim de forçar pra ler e acaba me dando dor de cabeça D:.
Mas me esforço porque sei que ajuda no meu entendimento, e adoro o que você escreve e é uma das poucas vezes que todas as palavras se encaixam direito em mim. Tenho medo do que se vai pra sempre, seja ele um momento, um amor, um amigo, o passado como a gente ja disse. E se naõ tem respostas é porque quer voltar.

Brunna F. disse...

Dói o som de determinadas palavras...