quarta-feira, 28 de julho de 2010

(a)note

é essa vontade
de dar liberdade
ao grito que fora
calado no peito
que mistura a lágrima
a dor
e a saudade
do tempo em que
não era assim
desse jeito

mariana andrade*

16 comentários:

Stella Rodrigues disse...

Mesmo sem tempo eu venho ler seus poemas. Esse como todos os outros ficou perfeito. a Saudade do tempo passado esta entre todos nós, ah como eu queria uma maquina do tempo :/

Leonardo B. disse...

[como uma asa que sabe onde se navegar, o grito]

um imenso abraço, Mariana

Leonardo B.

Ana disse...

Pois então grite, e deixe a saudade para trás.
Indiquei você a um joguinho lá no blog :D
Beijo

Thalita Souza disse...

Um grito na alma.Libere-o,libere a dor que faz de ti prisioneira.Faça da solidão,da tristeza,a felicidade e a liberdade.

Taynara Ambrósio disse...

Muito tempo que eu não venho aqui :/
desculpe-me, rs
o blog continua com muito conteúdo, vc escreve muuuuito bem.

Mariah disse...

hahaha, a saudade é uma coisa tensa... nostalgia é pior ainda! nunca sei como lidar...

Taynara Ambrósio disse...

Amor, quero te pedir uma ajudinha :$
entre na comunidade do blog, por favor *-*, desde já agradeço. Sei que é um incômodo pedir isso pelo blog, por isso, pode apagar o comentário.

beijos :*
http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=104746122&refresh=1

Alan Félix disse...

Oi, é com grande prazer que dedico um SELO para você.

Entra no Viveiro de Versos.


Forte Abraço!!!

evelyn.andrade disse...

liberdade, saudade, vontade... enfim, tudo rima

Stella Rodrigues disse...

Seria uma honra ter uma frase no teu blog *-*

may disse...

Sabe por que gosto daqui? Por causa do seu jeito diferente e simples de lidar com as palavras e saber realmente expo-las!

beeijo :*

Ariane Figueira disse...

Quanto tempo não venho aqui, e continua assim, me fascinando seus textos, sempre.
Adorei, bjs !

Erica Ferro disse...

Eu tenho tentado não pensar no que tempo que passou, não com tristeza e frustração. Mas olha, não tenho tido sucesso. Eu sempre penso, lembro e praguejo.

Tuas palavras são poesia. Gosto muito mesmo, viu?

=*

Celso Andrade disse...

Interessante a quantidade de blogs que existem, mais confesso que tenho passeado por poucos esses dias, andam escrevenvendo qualquer coisa por ai, sem o menor cuidado.
E me deparo com seus esritos fantasticos, sigo-te..

abraço

celso

Gislaine Fernandes disse...

Lindo!!!
bjs

Matheus N. disse...

há tanta leveza nas suas palavras que me encanto, ainda que no íntimo elas estejam repletas de sentimentos sem tamanho.