quarta-feira, 10 de março de 2010

Mais de uma pitada de mim no seu café
lhe fará mal.
Dará enjôo.
Estou amarga.
Estou sem graça.
E a desgraça
acha graça
do que causa em mim.
Eu nem disfarço
quando o abraço
quando o sinto
fluir por dentro
em cada veia
cada pulsar
bombeia ar
bombeia vida
a tua vida
a nossa
nós?
.
ainda existes?
ainda existo
ainda vives?
eu, sim, o vivo.
Se eu me desfaço,
eu te refaço.
Se eu te refaço,
eu me desfaço.
Não era assim.
era?
.
Eu nunca quis
me afogar
Eu nunca quis
me transbordar
Passei da conta
uma explosão
tudo saindo
e eu aqui
me reprimindo
E agora quando
tu te escondes
eu volto a ser
o que eras tu
e o que eu não fui.
mas já foi
já foi
foi?
.
Perdi meu dom
não sei teu tom
não sei o som
do teu querer
não se se peço
se te impeço
se eu regresso
ou me despeço
despedacei-me
eu virei pó
me dei um nó
adeus


adeus?
.

mariana andrade*

P.S.: Olá, amores. Acabei de escrever isso e gostei :D Espero que gostem também. Só perdoem-me pela ausência do titulo aheuaeh eu não sou boa com eles. Estou com saudades de vocês. Saudades de lê-los e de recebê-los em mim. Vou dar uma passada em alguns blogs, perdão aos outros. Beijo grande à todos que continuam por aqui :*

18 comentários:

Larissa disse...

Ah Mari, como tuas palavras são colírios para os meus olhos. Sinto falta de uma atualização tua todos os dias, pois só assim, meus dias se tornam completos. Mas quando não há atualizações sempre, voltarei para ler os antigos, rs.

Um beijo, querida.

Marcelo Mayer disse...

é melhor um tapa na cara do que nos escondermos com mentiras para fingir em agradar

Islla Lopes disse...

eu gostei como sempre =/

Renata Mulinelli disse...

FICOU DEMAIS! (:

Amanda Romero disse...

Se gostamos??
É perfeito... ah como você escreve tão bem e delicada? Tenho inveja do sabor das suas poesias :)

Beijos ;*

Tania Girl disse...

saudades sua
espero que esteja tudo bem...
bjos

Priscila Rôde disse...

"E a desgraça
acha graça
do que causa em mim."

Fico :O com o efeito que suas palavras causam em mim.

Bravo!

Beijos, poetisa!

Mais um imundo no mundo impuro. disse...

Ah guria, isso é bom demais, tem uma ótima sonoridade e as palavras dançam em harmonia, adorei!

Abraços ;]

ticoético disse...

Tá,vai a dica,q'eu saiba,indecisão nunca moveu o mundo,decida-se !!!
ficou bonito,enfim,bela.
abraço !

Solange Maia disse...

acho que a pitada teve a medida certa !!!!!


adorei.


beijo grande

Luh* disse...

A vida é feita de altos e baixos! somos feitos assim tb!
beijos

Clara disse...

Posia cheia de movimento, do jeito que dita um ritmo ao lê-la. Perfeita! Queria eu escrever assim...

Fernanda disse...

seus poemas tem um ritmo,lindo...principalmente esse,viraria uma musica fácil fácil,por isso me encata vir aqui,enche minha vida de sons.

Myrella Andrade disse...

Um ritmo incrível!
parabéns mesmo.
lindo,lindo beijos.

.Dina. disse...

Adorei a estética, a rima, a brincadeira com as palavras!
Texto ficou perfeito!
^^
Te seguindo!
Beijos!

Verônica disse...

ta perfeito mari, como sempre vc arrasando!
Beijos flor

Anônimo disse...

I-N-C-R-I-V-E-L
E LINDOOOOOO!

FatoSempalavras. disse...

"peço não saber até você voltar...
vai ver o acaso entregou alguém pra lhe dizer" (Los Hermanos)


Está preparando algo especial?

O que vem de ti é tudo especial. Sublime.

Eu bem te gosto muito. :)

Incontáveis abraços.