domingo, 21 de fevereiro de 2010

Do que basta de nós.

Dos teus anseios
eu sempre soube um pouco.
Mas eram tantos
que o pouco que eu conhecia deles
era pouco demais pro tamanho
do que querias.
Sempre desejaste mais.
Mais do que tu.
E eu?
Eu bastava.
Nunca entendi.
Nunca soube porque certas coisas
são maiores do que todos os quereres.
Nunca soube o motivo
de tão pouco que tinhas
de tudo o que eu sou
já bastava pra ti.
E de mim, só sobrava?
Em ti eu transbordava?
E em mim o que eu era
era pouco demais.
Igual tu, afinal,
eu me diminuía.
Não havia aqui dentro
parte que por inteiro
encontrava-se cheia.
Só do que eu era cheia
era de vazio sentir.
Então voltaste tu.
Porque tu sempre voltas.
Mas por que sempre voltas
a procura de mim
se eu nunca estou aqui
pra bem te receber?
Só agora eu entendo
que o tanto que tenho
é bem mais do que sei.
Porque tu és tão grande
aqui dentro de mim
que o saber é pouco.
E eu não quero saber,
eu só quero sentir.

mariana andrade*

P.S.: Queridos do meu coração s2s2s2 aehuaehuae tudo bem com vocês? Eu estou ótima! Milagre, ops aeuahe mentira, não é milagre, eu sou uma pessoa feliz, ok? HAHA E acabei de rabiscar essa imitação de poesia - sem rimas - no meu trabalho que vale 3 pontos e eu não fiz (: Não sigam esse exemplo ruim, ok? aehaueh Espero que gostem, amores. Obrigada pelo carinho de vocês, beijo grande. Mari.

16 comentários:

Marcelo Mayer disse...

todos ficam na obrigação de completar alguém ou se completarem. triste engano

evelyn andrade disse...

triste engano, realmente.

Angel disse...

"E eu não quero saber,
eu só quero sentir."

Quando a gente ama abre mão de muitas coisas pelo outro, abre mão até da gente mesmo, se não se policiar. Acho que essas duas últimas frases mostram bem isso. Porque o que importa mesmo, quando se quer, é sentir, é ter junto, poder tocar. E isso não é ruim, só é ruim se a gente começa a ignorar coisas importantes.

Eu sou a favor do amor sempre! Mas que seja uma via de mão dupla e que não faça nenhum prisioneiro do outro.

Lindo, Mariana!

Abraços.

Wilian Bincoleto Wenzel disse...

Tudo bem...

Eu li o texto, e vi o nome "Mariana Andrade" e jurava que era de uma escritora de renome... Pensei logo em seguida em pesquisar no Google a respeito da vida desta escriora, que até o presente momento, era desconhecida de minha parte. Mas eu tive uma surpresa, o mesmo nome também estava no perfil da criadora do blog.

Fico feliz em saber que pessoas de tanta capacidade ainda escrevem! Meus parabéns!

Quanto ao texto... sempre haverá um que considera o outro maior. As proporções de um ser podem ser consideradas incalculáveis!

Ganhou minha atenção!

Alan Félix disse...

É um engano achar que completamos um ao outro, penso que somamos.

=]

Vinícius Aguiar disse...

Os textos despretenciosos são sempre os melhores... esse é o caso deste que vc escreveu! Parabéns!

Beijos!

Larissa disse...

Nada melhor do que sentir, apenas sentir. Ninguém nunca entenderá o que de fato é isso, pois querem saber demais. Se ao menos eles sentissem uma única vez, saberiam que não precisariam de explicação alguma.
Belo!

Um beijo, minha querida.

Mais um imundo no mundo impuro. disse...

"E acabei de rabiscar essa imitação de poesia" depois de ter escrito isso você esqueceu de escrever tbm pegadinha do malandro, né?. Com o seu dom é tipo um em um milhão.

Abraços!

Thalita Souza disse...

Ele voltará...mas,as pessoas mudam,ele talvez não poderá ser mais o mesmo.

Priscila Rôde disse...

Sentir, apenas sentir. Até outro dia eu queria saber sentir, vê se pode? Hahahaha. Quase enlouqueço!

Sentir as vezes é o melhor. Caso contrário, saiba apenas.

Mariah disse...

seus poemas são sempre tão lindos .-. já disse que eu queria aprender a fazer poesia? hahaha :~

Daiana Costa disse...

Eu acho que o amor é completar o próximo, pois se tu vive apenas para ele, acaba dispensando aquilo que antes possuía. O amor é para ser adição e multiplicaçõa, e nunca divisão ou subtração.

Belo texto, rimas e afins. Transpirando sentimento este aqui.
Grande beijo :*

Hosana Lemos disse...

"Porque tu és tão grande
aqui dentro de mim
que o saber é pouco."

deu até vontade de mandar para um pessoa alí
*-*

Marcia Willians disse...

Adoro o blog e deixei um presente pra vc no meu. Bjsss

Marie disse...

Sim palavras lindas de uma verdadeira poetiza.
Ameiii Mari
Saudades do Ma Petit Cachette

B. disse...

Quee linddoo, vc escrevee demaais meninaa *_*
Voltarei mais vezes :D