segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Do pretérito de nós.

Antes havia claros campos
o céu não tinha cor de morte
tu comigo eras bem franco
me eras mais que pura sorte.
E toda a sorte de palavras
tornou-se pouco para nós
tu me amavas e eu a ti
e o demonstrávamos à sós.
Tu te mostravas de um jeito
que eu nunca imaginei seres
E sobre os que vieram antes?
Eras divino perto deles.
Sempre o foste, para mim
e agora foges de repente
será que usaste tuas asas?
anjo, me diz se estás contente...

(deixa eu ficar com o que restou?)


mariana andrade*

P.S.: Queridos, sem continuação pra vocês hoje ahaeuhae meu próximo post será ela, prometo, é porque falta ajeitar umas coisinhas ainda.. obrigada pelos comentários, logo respondo (; bjo grande.

18 comentários:

- maria elis disse...

o meu não tinha asas, mas mesmo assim partiu =//

eu fiquei com algumas lembranças e só.

beijas mari :*

Maldito disse...

gostei principalmente do titulo!

Daiana Costa disse...

Creio que o mais importante mesmo seja amar a sós e sentir-se feliz com isso.
E caramba, tu tens 13 anos! Saiba que tenho maior apreço por ti, e admiro o teu crescimento. Mesmo não lhe conhecendo totalmente, deduzo que seja uma pessoa especial. Guria tão à frente. Sou tua fã.

beijo.

Erica Vittorazzi disse...

Deixa eu ficar com o resto? Hum, por melhor que foi tudo, nunca fico com as sobras...

Angel disse...

Eu já venho aqui na certeza que vou me emocionar... Lindo texto, Mariana.

Por mais que não seja o "final feliz", é lindo. Talvez o final nem seja tão importante como pintamos, talvez valha mais o meio, o que foi vivido, sentido, os momentos felizes juntos. Dizem que tudo acaba um dia, não quero aceitar isso e já entrar em um amor sabendo que vai acabar, mas, estou tentando aproveitar o conviver ao máximo possível, porque com o futuro a gente lida quando chegar a hora, se chegar a hora.

"E sobre os que vieram antes?
Eras divino perto deles."

Isso é lindo! Parabéns, Mariana, mandando bem mais um vez!

Abraços.

Mais um imundo no mundo impuro. disse...

Guria!

Para tudo, essa é a arte das pessoas que nasceram no planeta amor? Suas palavras são mágicas e sempre me elevam para algum lugar perto do infinito onde nada mais importa a não ser ler. Ler você através dos seus versos.

Aqui é como se eu perdesse um pedaço de mim e ganhasse dois de ti!

Amo demais!

Abraços!

[é você tem 12 mesmo (só se for anos luz)]

Larissa disse...

Quem sabe ele não tenha fugido para lhe fazer uma surpresa?
Encanta-me a forma como lida com as palavras, como lida com o amor em si. É bom saber o quanto está crescendo, querida.

Um beijo.

Ariane Figueira disse...

Mari, como consegue fisura-nos e encantar-nos com essas lindas palavras, menina ?
lindo dms ! bjs.

Alan Félix disse...

o amor está no ar, e não tem cheiro de pipoca.

tem cheiro de papel, tinta de caneta e lápis.

então escreva o amor!

Mariah disse...

que lindo esse! e também gostei do título [2], é genial!

Erica Ferro disse...

O que restou? Faz bem ao teu coração?
Então fica!

:**

L!mOnadah ♥Slemom X♥ disse...

Gostei.

Tania Girl disse...

perfeito
*-*

Angel disse...

Ei, Mariana, não sei se você curte esse negócio de selinho, mas... Ganhei um e quis "repartí-lo" com você... Tá no meu blog.

Abraços!

Fernanda disse...

se ele era a sorte dela,acho que final deve ser uma união,de sorrisos e felicidade...

Nasca disse...

e eu vou ficar pra ver :*

Priscila Rôde disse...

O que restou, lhe basta?

Ah Poetisa, você escreve tão bem! :)

HNETO disse...

"Migalhas
e restos
me interessam".