quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Venha, amor, vamos dançar!

Dois pra cá.
dois pra lá.
gire.
venha.
caia.
nos meus braços.
eu te pego.
não te solto.
volte aqui.
dois pra lá.
dois pra cá.
ops.
levante-se.
cabeça.
corpo.
mexa.
olhe.
mais um pouco.
aqui.
bem perto.
venha.
fim.


e que comece a poesia!

mariana andrade*


P.S.: Acabo de encontrar esse.. o que seria isso? poesia? aheuaeh enfim, achei aqui no meu caderno e decidi publicar. Espero que gostem (:
P.S².: O ultimo post lá no Reticencio-me foi da Amanda (blog dela aqui). Adoro os mini-poemas dela (: Passem lá ;) meu beijo :*

24 comentários:

''Tay' disse...

adoreii *-*
fiko parecendo uma dança.

bjus =*

Amanda Romero disse...

achei isso tão lindo...
[emoção mode onn]
Amei *-*

;*

- Lara Alves disse...

Lindoo Mari *-*
Que bela definição dessa dança chamada vida <3
Beijoos ;*

Mariah disse...

ahh adorei esse! eu adoro dançar *-*
ótimo poema, como sempre huheau :D

Paloma Brezolin disse...

Eu confesso que ri um pouco ,
ficou divertido , =p
tou te seguindo
abraço

Priscila Rôde disse...

Me vi dançando! rs
Que doce Mari.
Agradeço muito pelo seu comentário, fiquei muito feliz ao ler aqueles elogios vindos de você, quem eu tanto admiro. Obrigada mesmo, saiba que adoro seus escritos.

Um beijo enorme.

ticoético disse...

Olá moça Mariana,é belo exercitar tal poesia junto a outra pessoa,já tentou,se não,tenta,enfim,belo.Aproveitando a passagem por aqui,queria pergunta-lhe por um comentário seu em um blog,que não me recordo o nome agora,no qual você dizia que a pessoa em questão estava a publicar textos de outrem sem dar os devidos créditos,gostaria de saber de quem realmente são os textos,enfim² ,se puder esclarecer,agradeço.
abraço !

Mary disse...

Depois da dança, claro.

Beijo.

Erica Ferro disse...

Dancei, Mari.
Ah, que fofinho.
A dança da poesia, a poesia da dança.
Ah, a vida é toda poesia e tu és toda poeta.

Beijo.

Fernanda disse...

brilhante seu poema que vontade de largar tudo que deu só pra ir dançar uma musica que seja com o amor...

Verônica disse...

como sempre lindo, adoro seus poemas, *-*
beijos flor!

Mais um imundo no mundo impuro. disse...

Muito bom.

Minha mãe outro dia foi limpar meu quarto, limpar não, ela queria jogar tudo fora literalmente, desde os diários de classes, os livros que eu uso pra dar aulas e os meus manuscritos... Fiquei macho, mas não é que relendo algumas coisas que eu escrevi há tempos e que nem me lembrava mais fiquei bestificado? é sempre bom reler algo que escrevemos, mas que esquecemos, é meio nostálgico...

Tania Girl disse...

lindo!!!
muito criativo!!
bjus

FatoSempalavras. disse...

Seria impossível ñ gostar de qualquer palavra vindo de vc, né, Mariana???

Run.


As simples palavras vc transforma numa intensidade infinita dentro de nossas almas.

Te adoro, meu anjo.

Incontáveis abraços.

juu . disse...

ai qe linda a poesia. sempre tem essa prosa. curti pacas. *-*
ps postei o terceiro capitulo da história. passa e confere a declaração do bernardo.

Renata disse...

Lindoo *--*

› daniela.avila ♥ disse...

lindo, lindo telepata.
cara, esse negocio de dança, e movimento me fascinam *-*

Mary* disse...

o marcador disse tudo: doce poesia :)

Natacia Araújo disse...

Boa viagem e volte logo com mais dessas maravilhas pra nós.

- maria elis disse...

eu também quero um pedaço do coração dele, ou melhor, eu quero o coração dele por completo e só pra mim *-*

beijas mari e boa viagem :*

Michelle disse...

me lembrou elis =)

Giovana disse...

Muito boom seu blog!
Escreve muuito bem!
Bj!Te seguindo!

Thalita Souza disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Thalita Souza disse...

Que melhor!
Adorei ,um ritmo envolvente nas palavras ,um ginga .
Muito bom!