quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Vem voando! (uma republicação)

E vê se assim chegas mais rápido. Pra que o tempo não se perca. Pra que a luz não se apague antes que chegues.
Abre teus braços, voa sobre os montes e não para. Se te sentires bem com o vento batendo em teu rosto, não será necessário que desças.
Só segue. Encontre um rumo certo, por onde ninguém jamais passou. Voa sobre as montanhas mais altas, alcança aquilo que niguém jamais alcançou.
Voa com afinco, voa com amor. Permita que todos os sentimentos te cerquem enquanto estás no ar.
Sobrevoa tua cidade, teu país. Vá além da atmosfera e veja o mundo como ele é por fora. Só a cápsula. Pra que não precises te preocupar com os problemas do seu interior. Tenta, pelo menos uma única vez, enxergar a máscara que cobre o verdadeiro significado.
Cuida das tuas asas mais do que do resto do teu corpo. Só elas podem te levar a uma altitude extraordinária.
Continue voando, não pare, não desça.
Só precisas do ar, do vento que joga teus cabelos pra trás.
Vem, mas vem voando pra que não te percas.

mariana andrade*

P.S.: Olá, amores, tudo bem com vocês? Eu estava caçando textinhos no meu arquivo e encontrei esse.. eu gosto dele, de verdade, e vejo como meu modo de escrever mudou de uns tempos pra cá.. Espero que vocês gostem também (: AH queridos, eu to cheia de coisa pra fazer, como sempre aheuae Então... obrigada pelos comentários, não abandonem aquiiiiiiiiii aehaueh perdão por não comentar no blog de todos vocês, mas é que o tempo não deixa :/ eeenfim, beeeeijos, mari.

15 comentários:

Flavia C. disse...

Me deu até vontade de viver agora. Aliás, me deu mais vontade de viver... Eu adorei esse seu textinho, é uma valioso achado.
Parabéns Mariana!

PS: andei ausente, porque essas chuvas descontroladas aqui em SP me deixaram sem net uns dias :) mais eu voltei, rs.
Beijos!

Larissa disse...

Concordo com a Flávia. Deu uma vontade de viver mais, cada dia mais. Fazer as coisas sem parar.
Um belo texto. E, realmente, você melhorou muito na escrita e na passagem de sentimentos para nós, leitores.

Um beijo.

Priscila Rôde disse...

Concordo com as duas - Flávia e Larissa - rsrs, deu uma vontade doida de sair correndo desse computador e tomar chuva.. rs
Animou - me, Poetisa!
Beijos, ídola! hahaha

Daiana Costa disse...

É por coisas assim que quero mesmo tatuar asas nas costas. Se pudesse escolher entre andar e voar, eu teria as asas que bem quero. Deus há de dar-me esta alegria transformando-me em Anjo, em algum dia, que seja de vida, ou de morte.

Tenho pensado em republicar alguns textos. Este me inspirou e muito por fazê-lo. É realmente lindo.

disse...

eu sempre gosto, sou suspeita

Tania Girl disse...

aaaahh.... ficou muito lindo...
deu vontade de fazer tudinho...rsrsrs
bjos

Angel disse...

Como sou recente em seu blog, não conhecia este texto. Adorei, Mariana! Parece que estamos todos, os blogueiros, a querer viver intensamente!

Belo texto!

Abraços.

Mais um imundo no mundo impuro. disse...

Por favor, poderia liberar o seu arquivo pessoal de textos para que eu possa ler ou preciso entrar com um pedido judicial?

Republique sempre, adoro ler!

Mais um imundo no mundo impuro. disse...

Ah eu ia me esquecendo, fiquei muito feliz com o seu comentário, sério mesmo, não imaginava algo do tipo, pra mim era mais fácil o Bush virar comunista do que ler aquelas suas palavras.

Valeu mesmo!

Mariah disse...

esse eu ainda não tinha lido! é ótimo, haha, como sempre :D

Erica Ferro disse...

Acho que é hora de voar! :D

Lindo!

L orena Rocco disse...

humnn.
é bom viver mais. correr pelo mundo e sonhar bastante!

Adoreei, vc escreve muiiito bem!
beijO*

Tô seguiiindo

JaqueFonseca; disse...

Lindíssimo

Gêsa disse...

É faz parte dos meus sonhos mais intimos, aqueles que sei que não vou poder realizar, eu gostaria de voar. Mas vou me contentar com asa delta.
A vida é pequena demais pra ficarmos o tempo todo só esperando pelo tempo.

Amanda Romero disse...

Ah, eu também quero alguem pequenininho pra organizar aqui dentro, já que o causador dessa bagunça toda não vai ser mais possível '-'

se tudo fosse tão fácil...