quarta-feira, 18 de novembro de 2009


"Depois de muito pensar,
não acredito, nem desacredito.
Se verdades não fossem absolutas,
seriam também mentiras.
Mas disseram-me que existem apenas
mentiras absolutas.
O que faz-me pensar que
talvez as verdades sejam respostas
às mentiras criadas pela tentativa
de transformar qualquer coisa
em absoluta verdade".

não. não precisa entender.
só se você crer da mesma maneira que eu.

mariana andrade*

15 comentários:

Marcelo Mayer disse...

desacredite para acreditar

Fernanda disse...

me falaram certa vez que a mentira é a verdade que deixou de acontecer

Erica Vittorazzi disse...

E de tanto acreditar na mentira, ela virou verdade! E aí?

'Ariane .( lla Belle )' disse...

Gostei, e a mentira apesar de aparecer mais do que a verdade, é uma coisa das complicadas
Porque acreditamos desacreditando
e falamos verdades mentindo Oo


Beijos

Little dreamer disse...

Pensamos de forma igual (Y)

Erica Ferro disse...

Eu duvido que todas (ok, nem todas, mas muitas) as verdades sejam mentiras disfarçadas de verdades.
Sacas?

Creio no que tu acreditas.

Texto muito bom, muito esperto. ;)

Um beijo, queridona.

› dani.avila ♥ disse...

mentira é o oposto da verdade, aquilo que vs queria (ou não) que tivesse acontecido.

beijos, telepata;*

, dudiinha cazé disse...

a imensa ligação que a verdade tem com a mentira me assusta profundamente :|

Kim Sousa disse...

Nossa...adorei o seu blog...abração...

Matheus Sobral. disse...

Eu não creio em nada, porque é tudo mentira, mesmo que bem intencionada.

XD

Mariah disse...

nossa, que lindo!
adorei...

Natália Corrêa disse...

Sei lá...
mentiras sinceras me interessam.

Vital disse...

a verdade é absoluta no seu infinito movimento.

cata bortman disse...

talvez a verdade e a mentira se tranformam em uma coisa só. Pra mim nao existe verdade absoluta, só pontos de vista....

beijo

Vini Manfio disse...

verdades nem sempre são absolutas
e também

verdades não precisam ser absolutas
o que é fato hoje pode não ser fato amanhã
e a verdade, se fosse absoluta, como ficaria?

quase tudo é relativo

e isso acaba com qualquer reflexão curta
e interessante
como a tua

desculpa

huahauhauhua