quarta-feira, 30 de setembro de 2009


Primeiro veio o passado e, com toda a classe, sentou-se atrás de mim. Precisei virar a cabeça para enxergá-lo. Mas, antes que eu terminasse o movimento, ele disse que isso não era necessário, bastava que eu ouvisse o que ele tinha a dizer. Mas não disse nada. Apenas me tocou de leve, fazendo com que todas as lembranças viessem à tona, e eu vi a realidade passar em câmera lenta.

Então perguntou-me: "O que você fez?", e eu não respondi.

Depois chegou o presente e, meio desajeitado, pôs-se ao meu lado. Também virei minha cabeça para observá-lo, mas ele teve a mesma reação do passado, porém complementou que não me faria bem olhar nos seus olhos, pelo menos não naquela situação. Ele havia trazido um grande espelho, e eu me vi ali, sentada, com um corpo estranho ao meu lado, exatamente como eu estava agora, e com as mesmas preocupações em minha mente.

Sua pergunta foi: " O que você está fazendo?", e eu não dirigi nenhuma palavra a ele.

Precisei esperar um pouco para a próxima visita. Ora, o futuro não chegaria tão rápido assim, não é? Mas quando ele veio, eram passos também lentos, e ele não se sentou. Ficou em pé, olhando bem dentro dos meus olhos. E que olhos ele tinha.. eram tão profundos.. mas eu não conseguia decifrá-los.

Minha cabeça doeu e, por alguns instantes, eu tive medo da pergunta que viria agora.

"O que você fará?"

Boa pergunta.. o que eu farei para resolver tudo isso?

Tirei meus olhos dos seus e, envergonhada, as palavras saíram levemente da minha boca.

"Eu vou tentar, prometo que vou".

E o futuro sumiu... mas, pelo menos este, ainda encontrarei lá pela frente..

Quando eu menos esperar.



mariana andrade*

16 comentários:

Márcia Amaral disse...

teus textos são profundos, viva o agora baby, cante voce é a música em mim, seja rebelde, uhuul, seja voce mesmo, enfim, vamos ser feliz galere ? HAUFHAFU, odeio comentar no teu blog, todo mundo vai olhar e falar : credo, aloka essa manine , mas enfim, te aaaaaaaaaaaaaaaaaaamooooooooo s2

Elisa disse...

lembrei de uma música, nada a ver, nas vou colocar uma parte : 'eu não sei bem o que quero da vida, mas eu já sei o que ela quer de mim' Texto Lindo *-*

Luh* disse...

Que coisa linda querida!
sab as vezes não enxergamos nosso passado e vem o presente e continuamos cegos!
beijos

Luh* disse...

tô seguindo!

Lílian disse...

OMG
cada vez que leio os seus textos, eu sempre começo a ver as coisas diferentes ele são muito profundos mesmo

Bertonie disse...

HAHAHAHAHA'
Adorei as conotações que você usou *-* para definir o passado, o presente e o futuro.

Michelle disse...

realmente, do futuro só da pra saber que uma hora vai chegar...

Larissa disse...

Cara, confesso que não tenho palavras para descrever tal texto. Simplesmente: maravilhoso :)

E que o futuro venha, de surpresa! :)

Um beijo.

Mariana Andrade. disse...

êÊ, que o futuro venha mesmo de surpresa, lari (:

bjão pra todo mundo aí ;*

Mayana Carvalho disse...

"Eu vou tentar, prometo que vou".
Me fez refletir em peso!
Beijos

Vithória silva disse...

Marii, seus textos estão cada vez mais profundos, eu amo o teu blog. Vc consegue se expressar tão bem, as suas palavras são um conforo pra mim...
te amoo gata doida do beco=))

- Gabriiela França :) disse...

escreves muito bem, ameii amei *-*
. muito bom seu blog. passa lá no meu :D

Islla disse...

ai gente,esses seus texos me mata =x são lindossssss e muito verdadeiros *-* parabénssssssssssssssss

cla. disse...

genial a coisa do presente com o espelho, genial !

Mariana Andrade. disse...

aaah, muuito obrigada (: beijosmuitos pra vocÊs (:

;*

Ana Carolina Lima Da Rosa disse...

woin,
texto Perfeito *o*
se quiser passar lá no meu blog.
se gostar pode seguir.
e comentar as postagens.
Obrigada,