sábado, 20 de junho de 2009

Como se tudo fosse verdade..

Talvez um dos passatempos preferidos de Ronaldo seja sair de sua casa para andar. Não importa pra onde ele vá, contanto que vá. Mas um lugar que sempre o atraiu foi a praça central. Todas as tardes, por volta das 16:00h ela lota. O jovem rapaz sempre senta no mesmo banco, o que fica no meio de um grande jardim florido, e observa os rostos dos moradores de sua pequena cidade.
As expressões alheias o fascinam. Homens, mulheres, crianças. O que haverá por trás de tantos sorrisos e algumas lágrimas que umedecem a grama? Serão eles verdadeiros ou apenas uma forma de esconder o que as pessoas realmente estão pensando?
Em seus 18 anos recém completados, Ronaldo sempre abominou a mentira. Já havia falhado algumas vezes, é claro, errar é humano, todos sabem disso. Mas sempre se arrependia. Ele percebeu que a verdade é necessária, que ela esclarece, constrói o caráter de alguém.
Via mães de família mentindo por coisas simples à suas ingenuas crianças. "Sai daí que tem um bicho enooorme te esperando", as ouvia dizer certas vezes. Tão banal havia se tornado essa frase. Pra que mentir? Pra que corroer a mente de pessoas tão pequenas? Não é bem verdade que elas são o futuro da nação? Depois as pessoas reclamam dos politicos de hoje em dia..
Quando as mentiras eram muitas, Ronaldo esperava a noite cair para voltar à sua casa. Estranho. Ele parecia intrigado demais com o que não era verdadeiro. Mas não quando ele era o personagem principal. Injustos os seus pensamentos de reprovação, talvez. Mas o que fazer? Ele não sabia bem como lidar com todos aqueles montros, bichos-papão, cobras, e todas as outras coisas que existiam em sua mente. Como se tudo isso realmente existisse.. quero dizer, quem sou eu pra dizer que não existem? Minha obediencia forçada, e também a de Ronaldo, nunca nos permitiram correr atrás dos medos e desvendá-los. Quem sabe só estivessem querendo tomar um chá com nossos amigos imaginarios, não é mesmo?


Créditos :
Titulo e nome do personagem = Márcia Amaral
Desenvolvimento = Mariana Andrade

Um comentário:

Márcia Amaral disse...

por mim tudo otimo :D