sábado, 2 de junho de 2012

futuro próximo (não me canso de esperar)

eu quero olhar nos teus olhos
estar longe pesa, dói e cansa
e o teu olhar faz falta

eu quero mais dias sentindo o teu cheiro.
ele disse:
"eu quero todos os dias sentindo você".

eu tenho olhado pra frente:
os fios dos teus cabelos
espalhados no meu travesseiro.

os teus pés sobre a mesa
só pra eu te mandar tirar.
eu quero mesmo é te chamar pra ficar.

eu quero dormir no teu peito
acordar com calor de madrugada
porque o teu abraço é sempre morno

eu vou dizer que te amo
quando estiveres dormindo
pra ver se me sonhas só um pouquinho...

5 comentários:

Leti B. disse...

belíssimo! é tudo que estou sentindo agora...

Fernanda M disse...

querer sentir, amar. lindo! :))

Stella Rodrigues disse...

que fofinha você é

Felicidade Clandestina. disse...

o abraço morno com cara de casa pra gente morar, né?








Lindo Mari, bravo!

Por que você faz poema? disse...

O futuro espera por mim,
mas estou sempre dois passos atrás.