sexta-feira, 11 de maio de 2012

a chegada.


te abraço com gosto de saudade
te ponho um sorriso no peito
nervosismo no rosto
te aperto
te trago pra perto.

o toque da alma
a vontade da pele
a mistura
o som.

teu riso me canta
me encanta
a simplicidade do teu ser
ainda me espanta.

te gosto porque és.
te tenho porque sou.
duramos porque somos.
seremos.

vou ficar aqui
não quero partir
só quero morar
aí dentro.


"nem vi você chegar, foi como ser feliz de novo..."

5 comentários:

@isadelara disse...

Você é incrível <3

Niel Koeller disse...

Ah, Mariana... Você, de novo, mostrando sua genialidade! =) Sinto-me honrado ao ler seus poemas. É um prazer enorme! Abraço!

Stella Rodrigues disse...

Ai ai, como eu invejo a sua maneira de escrever moça, acho lindo quem sabe escrever para o seu amor tão perfeitamente como você.

Ana Andreolli disse...

ai que linda, que coisa mais simples e bonita. amei.

night-night, friends. disse...

passeando por aqui, a essa hora, eu estou só vendo, não lendo, com saudades de ti, aí vejo a legenda da foto... e escuto o cícero gritar essa música tão linda.
sei lá, saudades. te amo.