sábado, 31 de dezembro de 2011

oração de ano novo.

aprendi a ser plural. sim, creio que mais do que qualquer outra coisa, esse ano aprendi a ser plural. sozinha ou em par, tanto faz. mantendo a singularidade, mas sendo mais. é bem verdade, fui menos do que posso por uma boa parte desses doze últimos meses, mas a gente tem que aprender. que não nos falte (c)alma na hora da reconstrução. que não nos falhe a fé. sinto que há de serem renovadas as antigas esperanças, que há de serem abertas as portas para novas. sigamos. consigamos. se um dia falta passo, no outro damos dois. se um dia acaba a força, que emprestemos de algo ou alguém que nos faça maior. mas que não se pare pelo meio do caminho. deve haver um número considerável de pausas para respirar, admito, mas que sejam aproveitadas para controlar os batimentos cardíacos, para voltar ao normal. e que não demorem. nessa correria toda do tempo, dessa pressa que, é sabido, não encontra o lugar certo e segue sem reflexão, a gente fica pra trás. olhos pra frente. quem é menos, acaba, um dia sendo nada. e se houver um atar de mãos, um entrelaçar de pernas, que nossas diminuições necessárias não sejam no que somos, mas no que não deveríamos continuar sendo. tentem me entender, há espaço pra tanta coisa boa dentro do peito. ser mais para si leva a ser mais para o outro, e vice-versa. então que sejamos tudo, mas não sejamos menos. e nessa confusão toda, nessa mudança de horários e prioridades, nessa perda de parte do que se levou tanto tempo para cultivar, acabei perdendo o jeito, confesso. mas não me falha mais a vontade. que mesmo antes de o relógio mostrar meia noite, das taças cheias de champagne baterem umas nas outras, do céu se colorir de luzes, dos abraços de boas energias, possamos começar, dentro de nós mesmos, a verdadeiramente ser.
verdadeiramente.
verdadeiramente.

o resto vem.

9 comentários:

Ana Andreolli disse...

um lindo aprendizado para esse ano que passou, que 2012 vc aprenda dentre outras, coisas lindas.

Adriana Ribeiro disse...

simplesmente lindo mari. que em 2012 seja um ano pra colocarmos com coragem em pratica o que aprendemos em 2011. que possamos ter força, vontade, e principalmente fé pra continuarmos nessa caminhada incerta, e que haja mais amor pra deixar nossos dias mais bonitos! Feliz ano novo pra ti! :*

Stella Rodrigues disse...

Espero que possamos aprender muita coisa nesse novo que chegou.

fatoSempalavras disse...

Por todas as dificuldades que estamos sempre a passar, por tudo que há de bom nesse mundo, tenho certeza: a felicidade pertence a nós,seres de bem! E isso ng pode nos tirar. Sucesso,anjo!

Gilberto Araujo disse...

Oi Mari, faz já um tempo desde a última vez que estive por aqui....

Belas palavras... as vezes, alias, quase sempre, nos esquecemos de SER, e nos contentamos com fracassos que vestimos de desculpas... que 2012 sejamos todos verdadeiramente.

escrevi algo sobre 2012 também... dê uma olhada no moinhoamarelo.com

Flavia C. disse...

Faz tempo que não passo por aqui, mas sempre é uma grata surpresa. Tu tens o dom.

O Cercadinho disse...

Seguido leio o teu blog, interessantes teus posts.
Te escrevo para divulgarmos nosso blog, ainda está em processo de expansão. Se quiser nos acompanhar e dar umas risadas: www.o-cercadinho.blogspot.com
Será um prazer te ter nos visitando lá. O que é O Cercadinho? Segue uma apresentação para te situares. Em cada relacionamento afetivo, os envolvidos ficam restritos a um espaço, O Cercadinho, onde acontecem as interações. Em algumas fases, está cheio de "queridas", mas em outros, quase vazio. O Cercadinho é o resultado das conquistas amorosas, onde cada um preenche à sua maneira e gosto. Pode ter o critério de cotas e uma de cada: loira, morena, mulata, ruiva e/ou japa. Com faixas etárias e tipos variados. Até monogâmico com apenas uma mulher selecionada.
Neste blog, somos cinco homens escrevendo relatos e histórias, sem pretensão literária sobre O Cercadinho. Heitor faz o estilo confuso e rebuscado. Apaixonante e cafajeste, este é Wanderlei. Já Cebola faz o estilo 100% sincero e sem rodeios. Seco, objetivo e um pouco bagual com sentimentos, assim é Iberê. E Marcão, bom, esse é trash total. Entre no nosso Cercadinho e boa leitura.
Iberê

► JOTA ENE ◄ disse...

ººº
Gostei do que li ...

. disse...

Coisa mais linda de se ler! Estou te seguindo...