domingo, 1 de maio de 2011

tu, sol.

que amanheça o dia
e a nossa poesia
continue viva

entrando pelas brechas da janela
feito esse sol

nosso sol
já amanhece gritando
que toda a felicidade sonhada
já está pra chegar

é só esperar.

4 comentários:

Mais um imundo no mundo impuro. disse...

Uma boa dose de poesia alimenta o dia de cada um, até dos incrédulos.

Oh que saudade daqui...

Beijos Imundos!

Eduardo R. V. disse...

Adoro a simplicidade de sentidos...

absinthe disse...

tua poesia é luz

ticoético disse...

Já são 5:05,vou ficar acordado e ver se estes raios solares me alcançam também,enfim,bela.

abraço !