terça-feira, 22 de março de 2011

meu verbo.



é gente de todos os lados
gritando o que é ruim
calando o que é bom

e a cabeça dói
o corpo fica mal
a alma, de verdade, chora

a noite é fria
ainda mais com o corpo assim
febril

mas ela traz consigo
a lembrança da canção...

"You are the only one whose blue skies are grey..

     So don't cry...
        You'll be the only one to make them go away.."

 
eu ainda acredito no verbo acreditar.

10 comentários:

Juliana disse...

Senti, e como. Meu coração até deu um tereco-teco, um apertozinho. Tô meio sem esperança, eu tô precisando acreditar no verboa crediotar, literalmente! Beijos. Tô seguindo.

Marcelo Mayer disse...

canção em Lá menor

Trilho, trago e assopro no ar.. disse...

Que lindo tá aqui!

.. pra quê acreditar, moça bonita?

Moara Ribeiro disse...

Depois de tanto tempo sem passar por aqui sinto que voltei na hora certa. Meus olhos sorriem com suas palavras.

Nara Sales disse...

Senti.

Natália Corrêa disse...

Eu também.

absinthe disse...

believe. you can fly.

ticoético disse...

Ah,Mariana,o problema é que gosto de multidão,às vezes,essa primeira estrofe já me entrega e me acorda,em pensar que em tantas vezes passei por isso e ignorei o próprio estado do corpo,talvez esteja a falar de outra coisa,mas permita-me,nesse caso,a licença poética,enfim,sem delongas,belo.

abraço !

ps:adorei a música (:

Má Midlej disse...

ah, aquele irmão do verbo tentar que anda sempre com o tal do aprender, né... hum... rs

você vai longe! rs

Priscila Rôde disse...

Eu também acredito no verbo acreditar e ainda é, pra sempre.