quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

essa poesia que eu guardo aqui dentro
já virou prece
esse riso que me sobra
é esperança
essa força que há em mim
é vontade
vontade de ser
de continuar sendo
mas sendo nós
não sendo fim

6 comentários:

Márcia Amaral disse...

e porque tu não transformas tua poesia em esperança? ja fizestes eu fazer isso tantas as vezes, tua vez, mari ♥

Natália disse...

Minha vontade parece estar acabando. Beijo

Erica Vittorazzi disse...

A poesia que mora dentro da gente sempre é uma esperança disfarçada de amor.


Beijos

Alan Félix disse...

Transforma em mantra!

absinthe disse...

só te digo uma coisa... bay, you're a firework! relaxa... :-)
hahahaha \o/

absinthe disse...

era baby ali. drogadrogadroga