sábado, 25 de setembro de 2010

nas andanças 
do destino
há início
meio
e

.

.

.

fim?

8 comentários:

Natália disse...

To ainda no inicio, tenho muito caminho a percorrer. beijo

Gislaine Fernandes disse...

Tem dias que só queremos início e tem dias que contamos as horas para o fim...é questão de dias!
beijos

Leonardo B. disse...

[intensa busca, procura... no caminho o que se melhor conhece? o principio, o fim, o falso passo?]

um imenso abraço,

Leonardo B.

Priscila Rôde disse...

Se ainda não começou, não quero saber do fim... Não agora!


Um beijo, Mari.

João Lenjob disse...

Adoro este formato poético. Queria saber fazer igual. Adorei seu blog. Aguardo você no meu.

João Lenjob
http://lenjob.blogspot.com

Alquimia
João Lenjob

Eu tentei fazer-te bem
Fiz-te o universo colorido de versos
E tantas canções como uma magia
Brinquedo de fé e toda alquimia
E vontade era que aceitasses tudo.

Porém, me deixaste no escuro
Com o triste sentimento maduro
Atrás do coração que pensei que era puro
E era a tristeza em riste
Sem aceitação de carinho ou palpite.

Eu queria um comportamento adequado
Com o sorriso felizmente estrelado
Que tua presença fosse sempre constante
Agradecida de pelo menos, minha tentativa
De fazer-te bem, embora não consiga.

Juliana Dias disse...

A grande dúvida da humanidade é: se esse fim terá fim, ou se é só um começo!

Mas na dúvida, vamos vivendo, nossos começos e recomeços!

beijão!

absinthe disse...

claro que não, bjs
hahaha

Stella Rodrigues disse...

gosto muito de poesia assim. MUITO MUITO