quinta-feira, 6 de maio de 2010

Da morada que eu te ofereço.

Meu coração podia ser cidade
podia ser cidade daquelas
com os muros em más condições
com a população tola
que não o cuida
não o acredita
meu coração, por diversas vezes,
nem existir deveria
mas existe.
E se no centro o cinza o tomou
as partes baixas, menos visitadas,
onde há poucos a se esconder
são mais cuidadas
são mais amadas
tem muito mais para oferecer.
Lá onde poucos podem alcançar
meu coração não se pinta de vermelho
pra seguir regras clichês
de como se portar.
meu coração é azul
é céu
é paraíso meu
que pertence à você.
Mas há também o crime
há dos piores sequestros
há das maiores penas.
há também a morte
aqui dentro de mim.
Há o crime do amar
sem o corresponder
há o crime do dar
e do não merecer
há o do querer
e o do não esquecer.
Mas venha cá,
ah, anjo meu!
venha cá pra
me libertar.
Hão de mudar
todas as leis daqui
quando o amar for
o principal motivo
para se sorrir.

e é.

mariana andrade*


13 comentários:

- maria elis disse...

sempre existe um alguém pra mudar as regras/leis, e acho que isso é bom, né?! (:

beijas mari :*

Mario Gioto disse...

seguindo o comentario acima.. é ótimo!! rs..

sempre bom passar pelas suas cortinas vermelhas querida ^^

um carinho para ti..

e ahh! o link do seu flickr esta errado eu acho.. faltam os dois pontinhos depois do http.. ^^

bjs!

emannu disse...

lindo como sempre mari, vejo a minha vida aqui, sempre.

Stella Rodrigues disse...

Há o crime do amar
sem o corresponder, é um crime muito perigoso mesmo, e há muitos riscos nisso, eu acho que prefiro assim :s meus sentimentos são meios ocultos e acho que isso que da graça ;*

Angel disse...

Coração é mundo particular, age conforme suas próprias regras, e a gente? Aceita.

Lindo texto, Mariana.

Abraço.

Ceres        disse...

Sim, é um crime amar.
Belo texto.

disse...

Amei isso.

Meu coração podia ser cidade.
hum, belissimo, como sempre.

Roberto Borati disse...

bonitas palavras deixadas....e guardadas.

Tatiane Trajano disse...

Uma ótima construção.

Stella Rodrigues disse...

Tem um selinho no meu blog pra vocÊ

Francisca disse...

Amar é o principal motivo pra sorrir...nao acha?
amei

evelyn andrade disse...

oi, meu amoreco... li teu texto e me lembrei da música 'os barcos', da legião, que diz numa parte assim:
'E de qualquer quintal, faço cidade
E insisto que é virtude o que é entulho
Baldio é o meu terreno e meu alarde'

não é uma música muito feliz, mas é muuuuito boa... hehehe e, como sempre, surpreendes-me cada vez mais com a tua escrita.
amo-te.

› daniela.avila ♥ disse...

não importa qual for o mundo, o amor sempre vai semar o sorriso e a paz;