sábado, 16 de janeiro de 2010

amada d'alma minha.

Tu que és tão oposta de mim
e que não me permites consumir-te por inteiro

Agora voltas correndo
tentando encontrar-se aqui.
Mas não eras sempre tu
que largavas-me quando querias,
que dizias não me precisar,
e que era pra esquecer de ti?
Então o que queres agora?
Vens só brincar comigo de novo?
Ou o que vieste pedir é socorro,
e tentar com Deus se redimir?
[...]
Ora, tu?
que não tens vocação pra ser santa,
que pra ti verdade não adianta,
só o que vale é o poder de pensar.
E o sonho?
ele vive e morre em ti,
cada vez que decides partir,
o abandonas e voltas atrás.
E eu juro
que por pouco deixei de te amar,
quase que parei de procurar
um tantinho de ti aqui em mim.
Tu voltaste!
e agora me vi mais feliz,
pelo menos me fazes sorrir,
quando quero é olhar pra trás.
Eu te aceito,
juro, não te ponho mais defeito,
tudo em ti é, de fato, perfeito,
se eu consigo te controlar.
Vem, palavra!
Vem cansada e descansa em mim,
vem plantar poesia na veia,
que outra vez quero saber te amar.
mariana andrade*
P.S.: Queridões, poesia, enfim! aheuahe não que ela seja apenas versar, mas este tem um tantinho a mais dela, creio. fico feliz quando ela me reaparece.. quando a crio assim, quando a deixo somente fluir. vem da alma, sabe? e isso é o melhor!
AAH, e parabéns à vocês, viu? aheuaeh os comentários do ultimo post me fizeram pensar, de verdade. vocês são poetas natos, queridos! meus pequenos pedaços que me ajudam a crescer a cada dia. obrigada (:
AAH, eu fiz o tal do formspring pra mim auehae clique aqui ou pergunte na barra ao lado -> ;) beijos, mari.

21 comentários:

› daniela.avila ♥ disse...

aaah que lindo *-*
sim, é tão bom sentir algo que fazia falta voltar.

beijos.

Natália Corrêa disse...

A poesia é feito onda.
Nós somos a praia.

:)

Mais um imundo no mundo impuro. disse...

Poesia vem de dentro, as vezes de súbito como uma brisa de vento e quando isso acontece só temos uma coisa a fazer, escrever.


PS. sem querer comenti no post abaixo...uhauhauahauauhauahuah

- gabs, disse...

Simplesmente mágico! Fim.
Poesia vinda d'alma são as mais profundas. Adoro
Ótimo final de semana pra você, flor.
Beijinhos.

FatoSempalavras. disse...

Essencial são estas belas e encantadoras palavras, meu amor.

Ai, o que seria de nós sem ter as suas palavras, a sua essência?

Estaríamos triste, desolados!

O retorno de alguém sempre pode nos trazer mais felicidade e uma realização emocional mais do que essencial!!!

Incontáveis abraços.

Fernanda disse...

A palavra é como uma pessoa,tem suas vontades,as vezes vai embora,depois volta,nos abraça,nos abandona,e depois novamente volta.é um ciclo..mas como conseguimos viver sem ela?

Mariah disse...

que lindo esse :)

Tiago Moralles disse...

Delícia.
E entre o viver e o versar, acho que vive em dúvida do que faz primeiro, essa é a razão.

Lucas disse...

Gostei...

, dudiinha cazé disse...

ah vlh, parece que todos estão fazendo textos relacionados a mim! seu poema é perfeitamente tudo o que está se passando na minha vida, e eu acho isso incrível, por mais idiota que seja. não seu texto. minha vida.

Segredos de Liquidificador disse...

muito legal seus posts mariana, posso te perguntar como vc colocou a barra do formspring??,
me fala??, beijos Lívia!

Erica Ferro disse...

"Vem, palavra!
Vem cansada e descansa em mim,
vem plantar poesia na veia..."

Nem tenho dúvidas que saiu da alma.
Tu és poetisa desde o ventre da tua mãe!

Adoro-te.
Beijo.

Priscila Rôde disse...

Mari,
daria uma linda música!
:O

Tô boba com a lindeza! hahaha


Já fiz uma pergutinha! ;)

Tania Girl disse...

lindo!lindo!lindo!!
é tão bom quando reencontramos alguém, quando essa pessoa volta para fazer parte da nossa vida ne??
bjocas

NATASHA M. disse...

Realmente linda!
Nossa você é uma grande poeta, sem palavras, amei.
Beijos!

Alan Félix disse...

parece que capturou um momento meu.
transcreveu cada sentimento que me vela.


acredito que esse poema foi tão meu, mesmo não sendo.

Flavia C. disse...

É muito gostosa essa sensação de ter uma coisa que faz tão bem, voltando ... Que seja doce, Mariana!
A poesia é muito suave.
Adorei! :)

Daiana Costa disse...

Foi ótimo voltar aqui depois de um certo tempo, e encontrar estas mudanças. Tanto em seu layout, como no teu lirismo.
Sou suspeita em comentar sobre poesia, já que esta praticamente me define. Quero mesmo deixar gravado aqui que tu cresceu muito desde que comecei a ler teus textos. E que este marca a tua melhor saída!

Eu amei mesmo. E estive com saudades daqui, guria.

Grande abraço. :*

juu . disse...

sumi do seu blog :XX desculpa, tipo somi do meu tb! HAHA' sumi de toooodos! maas enfim, cara que lindo sua poesia *-*
éé tão boom, ter a inspiração de volta não é? parece q aminha voltou *o* rs.
postei o capítulo da história *-* bernardo surpreendeu!
aaaaaaaaa amanha eu posto o primeiro tema na bloínquês (http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=96338005) espero ver um post seu lá :)
se cuida, beijos.

- gabs, disse...

Suas aulas já começaram? :O OMG. Que sortuda eu sou, ainda falta muito para as minhas, hihi.

Beijinhos, bons estudos s2

Kaio Rafael, disse...

Clarisse inunda meu mundo de imagens belas... *-*'