domingo, 15 de novembro de 2009

fim do primeiro ato.



Passou.
Vermelho-vida
ao preto-morte.
Mudou.
Ficou mais forte.
Como o olhar
que te dirijo.
Olhe pra mim.
Volte a olhar pra cá.
Da morte à vida.
Sem vice-versa
Sem reticências,
sem o exitar
deste meu pulsar
que foi indo embora
em uma dessas noites
do mês de novembro.
Hora já não lembro.
Mas quase terminou.
Ponteiro parou.
Tic- tac surdo
se misturou
à minha voz que grita.
Está findando o mês.
O ano também.
Acabou o novo?
Acabou o 9?
E tudo aquilo sobre renovar?
Passou o 11.
Voltou o 0 (zero).
Já deu meia-noite.
Não fechei os olhos.
Fiz um outro fim.

Ciclo novo.
Circo sem fim.
Ato 2.

mariana andrade*

21 comentários:

Daniela disse...

Perfeito é apelido pta ISSO TUDO ne marii? hihi
liindoo. Gosto de poemas assim, mdernos, ou seja, sem rimas ;DD
Bjs

Little dreamer disse...

é..isso é o mais legal....poemas com rimas sao mto cliches.... o lance é escrever igual a vc.
Brigadao pela moral q sempre da no meu blog.*-*

Marcelo Mayer disse...

a melhor deixa foi um improviso

collectors of emotions disse...

Me diz como você consegue, escrever tão perfeitamente ?
Para, adorei o texto.
Tava qquase morrendo sem vim aqui, sabe que eu amo seu blog.
Ah, e respondendo a sua pergunta, sim a menina da foto era eu.

Clara disse...

Se a vida for mesmo um grande palco como costumam dizer, talvez os anos fossem ATOS, e cada dia fosse uma cena desse grande teatro que se renova incessantemente.

Lindo!

www.deviantart.com ===> Onde tiro minhas imagens. Uma dica: pesquise palavras em inglês.

Vital disse...

e o tempo não parou

Verônica disse...

perfeito amr.

e obrigada pela ajudinha la no blog *-*
Beeeeeeijos!

Fernanda disse...

ciclo novo...tudo depende de como vemos as coisas,talvez em cada data que se passou algo especial aconteceu,um ciclo terminoue logo outro surgiu.

Bia Magalhães disse...

Gostei d++!!!
Poeminha(sem querer diminuir) peculiar esse hein?!
Cê cai longe!!!
;*

Priscila Rôde disse...

Lindo, perfeito!
Adorei..

"Mudou.
Ficou mais forte.
Como o olhar
que te dirijo."

Parabéns!

Gabii disse...

nossa é perfeito o seu poema... amei de paixão beijos

Daiana Costa disse...

Caí nesta também, de ver o tempo passar mais rápido que minhas pernas conseguem correr.
Mas, um dia a gente aprende a ilimitar as nossas chances. (:

Lindo :*

Erica Ferro disse...

Se não tem jeito, que comece o segundo ato.
Não tô preparada, mas vai no improviso. :D

_
Ah, posta uns crônicas tuas aqui. Adorarei ler!
O nome do livro do Nivaldo é 'mapa-múndi'. ;)
_

Bejo, coração.
Boa semana. ;*

Natália Corrêa disse...

quase acabou 2009 e eu ainda não inovei nada.
fiquei presa no meu lugar comum...

Hneto disse...

Seu outro fim é realmente um novo começo. Saudações poéticas.

D i c a disse...

Quando a gente se dá conta já passou, está passando..

Beijos!

Mariah disse...

nossa, que lindo!
to seguindo!

beijos

› dani.avila ♥ disse...

Fiz outro fim, ciclo novo, ciclo sem fim.
sem mais observações (:

beijo telepata.

Felicidade Clandestina. disse...

Eu sempre acho tão lindas as coisas que escreves
*__*

bjos flor :**

Vermelho- eu gosto Rs (:

Camila disse...

nova viida tbm :)
um novo começo.
gosteei do blog


bejos

, dudiinha cazé disse...

E tudo aquilo sobre renovar ? :# adorei.