segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Reticenciar-me-ei...


Espere.
Explicar-te-ei o que significa
reticenciar-se.
Primeiro dar-te-ei ouvidos,
então esperar-te-ei até que termines de falar.
Sim, depois de tanto tempo,
ouvir-te-ei do começo ao fim.
Provavelmente, assustar-me-ei com o primeiro assunto.
E transmitirei minha preocupação.
É sempre assim.
Tornou-se rotina.
Há algum tempo eu disse: rotinar-me-ei.
De fato, o fiz.
Por isso, afirmo que as reticências
que me atingirão agora,
só durarão o curto período de tempo
até que eu me arrependa.
Arrepender-me-ei de não tê-lo ouvido,
de não tê-lo esperado antes.
Antes que todas as cores,
desde o nascer do sol
até o cair da noite,
transformassem-se em
pura rotina.
Com o ciclo completo,
indo do pensar
ao arrepender,
Concluo agora, e por pouco tempo.
Reticenciar-me-ei.


Já não sobrou um quarto ponto
para colocar no final...


mariana andrade*

19 comentários:

evelyn andrade disse...

e dá-lhe mesóclise

Marcelo Mayer disse...

a unica coisa que um ser-humano deve se arrepender é ter pensado pouco nele mesmo.

Neto disse...

Di-la-ei que adorei. Aliás, não mesoclisear-me-ei para dizer: amo-te também. :)

Hosana Lemos disse...

muuito bom o jogo de palavras...
dizer-te-ei que adorei o poema!
^^

bjo, querida
=*

maria vicentina disse...

acho lindo por demais, flor :)

Erica Ferro disse...

Demais, Mari!

"Arrepender-me-ei de não tê-lo ouvido,
de não tê-lo esperado antes.
Antes que todas as cores,
desde o nascer do sol
até o cair da noite,
transformassem-se em
pura rotina."

Você sempre nos encanta com suas palavras, viu?
Parabéns.
Ficou lindo.

Beijo.

P.s: Adoro O pequeno príncipe também: pura poesia. ;*

Verônica disse...

como sempre lindo o poema s2

tayzão disse...

eu amei muito (:

Felicidade Clandestina. disse...

Lindas palavras
(e sentimentos,diga-se de passagem)

Me encantei

SHINE * disse...

como sempre eu adoro oq você escreve né! *-* parabens mari!

beijos

Manuella de Souza disse...

sou completamente apaixonada pelo que você escreve :*

› dani.avila ♥ disse...

caraca menina, adorei essa tua ultima parte "Já não sobrou um quarto ponto
para colocar no final..." *-----*
profundo, IASUHDIUSHAD;

siim, e quando vs viér pra cá.. vou te alojar na minha casa telepata ;*

Jeniffer Yara disse...

Amei as mesóclises! *.* Como você consegue escrever com elas?!Rs' E perfeitamente!=D

Amei o poema,confesso que fiquei meio confusa elndo ele,tipo acho que as mesóclises me confundiram,mas achei ele tão show!Rs' Fiquei sem palavras!

Bjs!

meus instantes e momentos disse...

lindissino blog.Parabens, muito bom tudo aqui.
Maurizio

Anah F.S. disse...

Obrigada pelo carinho

Eu sempre passo no seu cantinho, que é muito fofo por sinal

Adoro o jogo que faz com as palavras

Deixa sempre mais belo o que tem pra dizer

Michelle disse...

texto lindo... me idenifiquei. boa semana pra ti : *

Bê Matos disse...

Desisti das reticências. Acabo me prolongando ainda mais, com elas. São de pontos finais que eu gosto.

Pontos esses, que nunca significam um fim, propriamente dito. |:

Beijos, mari :*

› dani.avila ♥ disse...

ah menina, eu e o fê estamos numa crise horrivel :/
estamos separados, e eu sinto tanta falta dele, mais eu sei que tudo vai dar certo.
ah sim, o texto é do Lucas Silveira da banda fresno, conheçes?
lindo mesmo *-* bem a minha cara e do fê (:

beijo telepata.

Suzy Carvalho disse...

confesso que deixou-me um pouco confusa hauhauhua

Heyy vc canta tbm *-*
se tiver alguma coisa gravada, permita-me ouvir :D

bom eu gravei e ta la duas musiquinhas no blog.
espero que opine, e criticas construtivas sao sempre bem vindas!

Bjs