segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Óperas.


Primeiro ela sobe no palco.
E precisa respirar diversas vezes antes de olhar para o público.
Tantas pessoas estão paradas, olhando fixamente para ela..
Não sabe daonde elas vem, não sabe pra onde elas vão.
Apenas está ali, prestes a arrancar lágrimas daqueles corações de pedra.
Fechou os olhos.
E saiu o grito.
Este grito, que antes soava surdo dentro do peito.
Mas que, agora, libertou-se.
E aquela mulher, quase garota,
mostrou-se bem mais forte do que parecia.
Sim, ela havia guardado forças.
Havia juntado dores no mesmo pacote que os amores.
E não sei se foi uma boa combinação.
Mas, na maioria daz vezes, eles vem mesmo juntos...
O grito saiu, ecoou, emocionou, gritou.
E as lágrimas não escorreram apenas dos olhos da platéia.
Mas os dela também brilharam.
Então vieram os aplausos.
E o sorriso ecoando.
Dentro daquele peito ligeiramente emocionado.
Silenciou.. E ela se foi.
mariana andrade*

17 comentários:

Marcelo Mayer disse...

e sem palmas? ou todos sem palavras?

Vithória silva disse...

aii isso foi muito tocante..."Dentro daquele peito ligeiramente emocionado.Silenciou.. E ela se foi." ela morreu? isso me deixou pensativa. amo os teus textos.
bjs;* doida do becoo

Erica Ferro disse...

Tão profundo e tocante os teus textos.
Ainda reservo um momento do meu dia para revirar teus arquivos e me emocionar a cada postagem lida.

Um trecho que amei:
"E aquela mulher, quase garota,
mostrou-se bem mais forte do que parecia.
Sim, ela havia guardado forças.
Havia juntado dores no mesmo pacote que os amores.
E não sei se foi uma boa combinação.
Mas, na maioria daz vezes, eles vem mesmo juntos..."

Beijo.

Maiçá Chaves disse...

Marianaaaa meninaa, que texto lindo viiiiu!
Adooorei !

bjs
e otima semana!


;p~

Márcia Amaral disse...

nem li tá? mas te amo, bjs HAUFAHF

Luh* disse...

Que luxo! adorei!
beijos

Lílian disse...

oi amr,
tem selinho pra ti no blog passa pra pegar ;)
beijos ;*

Lílian disse...

as vezes presimos nos libertar ;)
eu adorei muito tocante ;

cáa disse...

uaal tu escreve mt mesmo.
estou mt triste com o tanquinho )):
atem selinho pra você no blog.
bjjs

'Ariane .( lla Belle )' disse...

Gostei muito do texto *-*, fiquei imaginando cada palavra, cada coisa, *-*

Bê Matos disse...

As dores vem no mesmo pacote dos amores? Isso sim é poesia, menina! :)


E aquela coisa linda do twitter? *o* fico sem graça mimimi hehe

Beijão, mari. :*

Leandro Martins disse...

desabafou tadinha ¬¬

nica ~ disse...

O sentimento, né?! Saiu o sentimento, desabafou, adorei o jeito que você contou.
E realmente, não importa como eu sou, o que importa é o quanto histórias eu tenho pra contar. Adorei seu comentário no meu blog, apareça sempre (; q

beijo

collectors of emotions disse...

Há tantos gritos que se guardam e quando são liberta-los, no fim o silêncio sem a tona. Adorei o texto, *-*

little dreamer disse...

mto mto mto mto bom...so elogios pra vc viu linda!
parabens *-*

seguidora desd ja ♥

Mariana Andrade. disse...

Obrigado a todos =), depois eu respondo os comentários.
beijos ;**

Daniela disse...

A sensação de estar em um palco e sendo a todo tempo observada pela platéia é maravilhosa!
O calor dos aplausos revelam o sentimento do público \o