quarta-feira, 16 de setembro de 2009


Tudo estava sendo tão normal.
Normal demais pra mim.
Lá estava eu, deitada em minha cama, olhando pra todas as flores bem distribuídas pelo lençol estampado e me imaginando em um jardim repleto delas.
Não há como evitar, o cliché sempre me encontra. É sempre um jardim repleto de rosas ou coisas do tipo. Nunca é a cidade, e nunca são margaridas.
Se isso é a única coisa que eu consigo imaginar, se esse é o tal infinito de que me falam, bom, então eu o acho finito demais.
Puxei daqui, puxei dali.
E estiquei o caminho.
Agora, fica mais difícil de tocar o horizonte, de chegar ao infinito.
É preciso de muita imaginação. E fé, como sempre falo.
Essa é a magia, não?
Tocar o firmamento não com os dedos das suas mãos.
Mas com os do coração.


mariana andrade*

8 comentários:

Márcia Amaral disse...

atá, é engraçado mesmo, sempre são rosas, nunca margaridas, ou violetas, eu em , ér, volta vaca.

Anah F.S. disse...

Eia

Prazer tê-la comigo

Espero que minhas palavras possam agradar-lhe sempre

As suas me tocam
"Essa é a magia, não?"
Sentir-se tocada pelas palavras
que de tanto sentimento quase não cabem aqui

Larissa disse...

" Essa é a magia, não?
Tocar o firmamento não com os dedos das suas mãos.
Mas com os do coração. "
Achei lindo, lindo *-*
Um beijo.

Maiçá Chaves disse...

Com certeza tocado pelo coração!
Tocam mais intesamente sabe??
^^
bjos

Babih Xavier disse...

Aaain ki texto lindo
dá vontade de entrar na história \o

Jusaran disse...

oi amor. valeu mesmo
é um prazer ter você me 'seguindo'
hihi. adorei teu blog tambem
o texto então . muito lindo parabéns (L'

Vithória silva disse...

os seus textos são lindos, como sempre neh?! Parabéns pelo ótimo blog!! ;*

Kaio Rafael, disse...

"Tocar o firmamento não com os dedos das suas mãos.
Mas com os do coração"

Já leu aquele poeminha:

"Não seria maravilhoso todo o universo num único verso?

Uni-verso.

Seria uma bela poesia..."

Foi o que eu senti aqui,

maravilhoso. *-*'