quinta-feira, 24 de setembro de 2009


Acho que não adianta mesmo tentar se esconder.
As luzes te perseguem.
Elas vem com toda a sua incandescência,
descendo dos holofotes
devidamente distribuídos pelo céu.
O céu escuro,
porém sempre com luz.
Mesmo nos dia de lua nova.
Aaah, na verdade, são nestes que as pequenas luzes
tornam-se enormes e imponentes.
Pois elas são enfim percebidas.
E, dessa maneira,
passam a existir em nossos corações.
Sim, as coisas só existem dentro do nosso coração
quando nós acreditamos nelas.
E eu acredito tanto no verbo ‘acreditar’.
O poder da luz, o das palavras e também o de acreditar
mostrou-se a mim,
e eu vi enfim o que estava guardado durante todo esse tempo.
Sim, toda a beleza,
toda a cor,
todo o movimento
estavam lá, me esperando.
E eu fui tomada por tudo isso.
Pousei no brilho de uma estrela silenciosa.
E silenciei-me também, em homenagem a ela.



mariana andrade*

9 comentários:

Vithória silva disse...

aaaahhh marii, como tu escreves bem... "Pousei no brilho de uma estrela silenciosa.
E silenciei-me também, em homenagem a ela." essa parte me emocionou tanto...
lindo texto ;*

collectors of emotions disse...

''Mesmo nos dia de lua nova.
Aaah, na verdade, são nestes que as pequenas luzes
tornam-se enormes e imponentes.
Pois elas são enfim percebidas.
E, dessa maneira,
passam a existir em nossos corações'' Super tudo essa parte, muito lindo seu texto mari, sem palavras, *-*

Bê Matos disse...

"Sim, as coisas só existem dentro do nosso coração, quando nós acreditamos nelas."

Vou passar a acreditar no que quero, agora. Será que consigo? :)

Beijos, Mari linda. :*

Larissa disse...

Eu estava com saudades de ler tantas palavras bonitas em um encaixe perfeito :)
Um beijo.

gii manucelli disse...

aaah como eu gostod a maneira que você escreve..
sabe que eu tbm acredito no verbo acreditar, as vezes eu acrdito tanto numca coisa impossível que tenho que parar para pensar se é mesmo impossível o.o

beeeeeeeijos ;*

Márcia Amaral disse...

eu vim toda empolgada comentar aqui, achando que era aquele texto de ontem :(

evelyn andrade disse...

LINDO. linda foto, lindo texto. lindo, mari. isso me faz ter muitíssimo orgulho de ti.
te amo muito.

ps: e que paixão que nada, me arrespeita, mulé haha

;*

Luiz Guilherme disse...

quando uma luz te persegue,é um bom sinal.sinal de que ne tudo é ruim,mas é fascinante.

http://guilg7.blogspot.com/

vlw

Mariana Andrade. disse...

obrigada, galerinha (:

;* e muita luuz pra vocês!